quarta-feira, 25 de maio de 2016

PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO MANTÊM GREVE GERAL POR TEMPO INDETERMINADO

Os profissionais da Educação do Ceará decidiram em Assembleia manter a Greve Geral por tempo indeterminado. O encontro foi realizado na manhã desta quarta-feira (25) no Ginásio Poliesportivo da Parangaba e a decisão de continuar a paralisação foi aprovada pela maioria dos presentes. O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, disse que a Assembleia é soberana e a entidade vai continuar mobilizando a categoria para forçar o Governo a atender as reivindicações.
Durante a Assembleia, o Sindicato APEOC reforçou a necessidade de fazer o enfrentamento em nível nacional contra as medidas do governo de Michel Temer. Em menos de quinze dias de mandato interino, já foram anunciados vários golpes contra a Educação Pública. 

Agenda de Mobilização
25/05: Ato Unificado dos Servidores Estaduais no Palácio da Abolição para exigir pagamento do reajuste geral – 14h
31/05: Ação no Aeroporto de Fortaleza para pressionar parlamentares cearenses a caminho de Brasília para não votarem contra os direitos dos trabalhadores - 5h
01/06: Reunião do Comando de Greve
02/06: Ato na Secretaria da Educação do Estado - 9h
07/06: Ato em frente à Secretaria da Fazenda do Estado - 15h

Interior e Capital
A Greve Geral da Educação do Ceará começou no dia 25 de abril e completa um mês nesta quarta-feira. A mobilização continua forte tanto na capital quanto no Interior. Escolas que nunca tinham aderido a paralisações anteriores reforçaram o movimento de 2016, tornando a greve ainda mais forte. Entre as principais reivindicações, citamos:
- Reajuste de 12,67% com respeito à data-base (1º de janeiro);
- Valorização dos Profissionais da Educação;
- Melhores condições de trabalho e reforma de escolas;
- Retorno de programas pedagógicos importantes para o desenvolvimento da aprendizagem;
- Aumento da verba para merenda escolar;
- Por um ISSEC forte, com atendimento amplo e de qualidade;
- Liberação dos processos funcionais (estabilidade, ampliação definitiva de carga horária, progressão, ascensão);
- Nomeação de professores reclassificados;
- Defesa dos royalties do pré-sal para Educação;
- Contra PLC N° 257 (impede novos concursos e congela salários dos servidores).
Fonte: APEOC

IFCE SOBRAL ABRE INSCRIÇÕES PARA ESPECIALIZAÇÕES

Cursos são nas áreas de Gestão Ambiental e Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos
O campus de Sobral do IFCE está com inscrições abertas para duas especializações: Gestão Ambiental e Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos. São ofertadas 30 vagas para cada curso. As inscrições, gratuitas, serão realizadas entre 2 de junho e 1º de julho de 2016, por meio dos formulários eletrônicos: Gestão Ambiental e Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos.
Após preencher o formulário eletrônico, os candidatos precisam entregar a documentação listada nos editais na recepção da Diretoria de Ensino (Diren) do campus de Sobral, de 8h a 21 horas, até o dia 1º de julho. Também há a opção de enviar os documentos pelos Correios, com aviso de recebimento (até a mesma data).
O processo de seleção para a especialização em Gestão Ambiental será por meio de três etapas: análise do pré-projeto; apresentação do pré-projeto para a comissão organizadora e análise do currículo. O candidato pode ter graduação em qualquer área, desde que o trabalho de conclusão do curso da especialização enquadre-se na área de gestão ambiental. Conforme o edital, o curso é presencial, ocorrendo no período noturno, com possibilidade de aulas nos fins de semana.
Já para a especialização em Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos, são duas fases: análise do pré-projeto e análise de currículo. De acordo com o edital, "as disciplinas serão ofertadas em módulos, no período diurno e noturno, às sextas-feiras à noite e aos sábados pela manhã e tarde, a cada 15 dias".
As disciplinas dos dois cursos têm duração de 18 meses e a carga horária é de 410 horas. As aulas inaugurais serão no dia 25 de novembro deste ano. Para mais informações acesse os editais (Gestão Ambiental e Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos).
Pablo Venuto - estagiário Sobral

SERVIÇO
Período de inscrições: 2 de junho a 1º de julho
Fonte: IFCE

PARCERIA - MEC PRORROGA CONTRATO COM INSTITUTO DE MATEMÁTICA E OLIMPÍADA ESTÁ GARANTIDA

O Ministério da Educação prorrogou nesta quarta-feira, 25, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o contrato de gestão firmado com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa). A parceria, iniciada em 2000, está garantida por mais um ano: o MEC vai contribuir com R$ 32,5 milhões para o funcionamento do instituto. Desse montante, R$ 26,5 milhões serão destinados à realização da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).
Os outros R$ 6 milhões serão investidos no projeto de expansão das atividades, instalações físicas e laboratoriais do Impa. Dentro da iniciativa, figura a proposta de realização de eventos como a Olimpíada Internacional de Matemática, em 2017, e o Congresso Internacional de Matemáticos, em 2018.
Segundo o ministro Mendonça Filho, investir em matemática possibilita a propagação dessa área do conhecimento de uma forma mais ampla junto à educação como um todo. “É uma maneira de incorporar alunos que muitas vezes têm dificuldade com a matemática e ao mesmo tempo estimular jovens talentos, para que possam se licenciar nessa área e na atividade docente”, ressaltou.
Academia – O Impa foi a primeira unidade de pesquisa criada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 1951. Em 2000, o Impa e outras unidades de pesquisa que faziam parte da estrutura do CNPq foram transferidas para o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O instituto é considerado um centro de pesquisa com renome internacional, tido como o instituto de matemática de maior prestígio na América Latina. Possui alto nível de produção cientifica: na última década, a média anual de artigos publicados em revistas internacionais é 2,03 por pesquisador, contra 1,89 em Harvard e 1,83 em Princeton, duas das mais prestigiadas universidades norte-americanas.
A instituição busca também melhorar o ensino de matemática nas escolas brasileiras. Entre as principais formas de difusão e estímulo ao ensino da disciplina estão a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) e a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), anualmente realizadas pela organização em parceria com o Governo Federal e outras instituições. As olimpíadas também revelam talentos na área, com a possibilidade de oferta de bolsas de estudo e preparação de alunos para participarem de competições internacionais.
Fonte: MEC

EDUCAÇÃO SUPERIOR - SELEÇÃO UNIFICADA OFERECERÁ 56 MIL VAGAS EM 65 INSTITUIÇÕES; INSCRIÇÕES COMEÇAM NO DIA 30

Os candidatos a vagas na educação superior pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação farão a inscrição para a segunda edição de 2016 a partir do dia 30 próximo. O prazo vai até as 23h59 do dia 2 de junho, respeitando o horário de Brasília, como estabelece o edital publicado nesta quarta-feira, 25.
Serão oferecidas 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior. Cada estudante pode fazer até duas opções de curso. Os resultados serão divulgados no dia 6 de junho, em uma única chamada. Não há cobrança de taxa de inscrição.
A inscrição para esta segunda edição de 2016 do Sisu está restrita aos estudantes que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e que tenham tirado nota acima de zero na redação. Durante o período de inscrições, a classificação parcial e a nota de corte dos candidatos serão divulgadas diariamente para consulta. No próprio sistema, o estudante pode tirar dúvidas sobre notas de corte, datas das chamadas, período de matrículas nas instituições, resultados e lista de espera.
As inscrições devem ser feitas na página do Sisu na internet.
O Edital nº 60/2016, da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação, que define o processo de seleção unificada para este primeiro semestre, foi publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, 25.
Acesse a página do Sisu na internet.
Confira o edital, publicado no Diário Oficial.
Fonte: MEC

EDUCADORA MARIA INÊS FINI É A NOVA PRESIDENTE DO INEP

A educadora Maria Inês Fini é a nova presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ela volta à instituição, onde atuou entre 1996 e 2002, a convite do ministro da Educação, Mendonça Filho. A portaria de nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 25.
"Eu me sinto muito honrada em retornar para uma casa que eu tenho orgulho de dizer que ajudei a reestruturar, a partir da década de 1990. Volto para conviver com os sistemas nacionais de avaliação, tanto da educação básica quanto da superior, em uma instituição totalmente robustecida", declara ela. 
A nova presidente destaca que a instituição possui "equipes muito competentes e capazes de levar adiante um projeto maravilhoso para o qual o Inep foi criado". 
No Inep, Maria Inês comandou, na gestão da também educadora Maria Helena Guimarães de Castro, a Diretoria de Avaliação para Certificação de Competências e o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), além de participar da criação e implementação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). 
Maria Inês foi fundadora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), exercendo, entre 1972 e 1996, cargos de docente e pesquisadora bem como funções administrativas e de representação. 
É doutora em ciências, pedagoga, professora e pesquisadora na área de psicologia da educação e do desenvolvimento social e do trabalho e especialista em currículo e avaliação. Maria Inês possui, ainda, ampla experiência de gestão educacional na educação básica e superior. 
Fonte: INEP

segunda-feira, 23 de maio de 2016

IFCE VAI OFERTAR MAIS DE 2 MIL VAGAS NO SISU 2016.2

Cursos gratuitos, como Engenharia Civil e Ciências da Computação, estão na lista; confira a relação completa
O Instituto Federal do Ceará (IFCE) vai ofertar 2.145 vagas para cursos de graduação gratuitos na edição 2016.2 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A instituição já finalizou o termo de adesão com detalhamento de cursos para 18 campi. O cronograma oficial para inscrições e demais etapas é definido pelo Ministério da Educação (MEC), e os candidatos devem ficar atentos.
No IFCE, haverá oportunidades para cursos em várias áreas, como Engenharia Civil, Nutrição, Ciências da Computação, Letras, Hotelaria, Educação Física, Mecatrônica Industrial, Saneamento Ambiental, Matemática, entre outros. A lista completa, com descrição de vagas por campus, abrangendo todas as regiões do Estado, pode ser consultada neste link.
Fonte: IFCE

SEDUC DIVULGA GABARITO PRELIMINAR DA PROVA DE SELEÇÃO DE PROFESSORES TEMPORÁRIOS

A Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) realizou neste domingo (22) a prova de seleção de professores temporários da rede estadual. Esta primeira fase do processo seletivo simplificado ocorreu em 22 cidades cearenses, das 9h às 12h, e cerca de 16 mil candidatos estiveram aptos a participar.
Os candidatos interessados em abrir recurso contra enunciados e/ou gabaritos devem acessar a página selecao.seduc.ce.gov.br, acessar a área restrita do candidato por meio de CPF e senha. Os recursos serão acolhidos a partir das 16h de hoje (22/05), às 16h desta segunda-feira (23/05). Acesse aqui o calendário atualizado para visualizar as próximas etapas.
Em caso dúvidas, entre em contato com a Comissão da Seleção Pública, através do e-mail selecaoprofessor@seduc.ce.gov.br ou do telefone (85) 3101.4402.
Fonte: SEDUC CE

sexta-feira, 20 de maio de 2016

ACOMPANHE A BATALHA JUDICIAL DURANTE A GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO

O Departamento Jurídico do Sindicato APEOC elaborou um dossiê sobre a batalha jurídica travada entre nosso Sindicato e o Governo do Estado durante a Greve Geral da Educação.
As ações para resguardar o direito de greve dos servidores foram estrategicamente planejadas para garantir a segurança jurídica da mobilização, antes da paralisação ser deflagrada e durante a vigência da greve.
Acompanhe o passo-a-passo da luta judicial APEOC-Governo do Estado
1. A categoria dos Professores da Rede Estadual de Ensino, reunida em Assembleia Geral na data de 20/04/2016, decidiu deflagrar o movimento grevista em razão do não atendimento da pauta de reivindicações por parte do Governo do Estado do Ceará.
2. Numa medida claramente atentatória aos direitos sociais dos trabalhadores, já no dia 26/04/2016, o Estado do Ceará ajuizou a Ação Declaratória de Ilegalidade de Greve (Proc. nº 0622929-77.2016.8.06.0000) contra o Sindicato APEOC. A ação pedia a proibição do movimento grevista sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$5.000,00 (cinco mil reais) para cada professor grevista e R$15.000,00 (quinze mil reais) para a instituição sindical, além de solicitar o desconto imediato na remuneração dos trabalhadores dos dias em que os mesmos não exerceram suas atividades em razão do movimento paredista.
3. Ao tomar conhecimento da ação do Estado do Ceará, o Sindicato APEOC protocolou, junto ao processo, manifestação fundamentada comprovando a legalidade do movimento grevista, tendo em vista a frustração da negociação por parte do Estado do Ceará que insiste em descumprir a data-base da categoria desde o dia 1º de janeiro de 2016, assim como outras reivindicações relativas às condições de trabalho e ensino.
4. Em seguida, na data de 29/04/2016, a desembargadora Helena Lúcia Soares negou o pedido de liminar feito pelo Estado do Ceará e não reconheceu a ilegalidade da greve. Uma vitória importante da categoria, por meio do Sindicato APEOC, que comprovou o acerto do nosso sindicato na condução do processo que antecedeu o início da paralisação.
5. Na data de 02/05/2016, o Estado do Ceará interpôs recurso de reconsideração requerendo a substituição do julgador, em razão das férias da Desembargadora Helena Lúcia Soares que durariam do dia 02/05/2016 até 31/05/2016.
6. No mesmo dia (02/05/2016), o Sindicato APEOC protocolou no processo manifestação contrária ao pedido de substituição da relatoria.
7. Em que pesem os argumentos apresentados pelo Sindicato APEOC, ainda no dia 02/05/2016, o Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, acatando os argumentos do Estado do Ceará, determinou a remessa do processo ao substituto legal da relatora, o Desembargador Durval Aires Filho.
8. Contra a decisão do Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará que determinou a substituição da relatoria do processo, o Sindicato APEOC, na data de 03/05/2016, interpôs recurso de Agravo buscando a reconsideração da decisão.
9. Ainda contra a referida decisão, no mesmo dia 03/05/2016, o Sindicato APEOC impetrou Mandado de Segurança perante o Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará objetivando anular o ato que determinou a distribuição.
10. Apesar dos recursos apresentados pelo Sindicato APEOC, o processo foi remetido ao gabinete do Des. Durval Aires Filho que, na data de 06/05/2016, atendeu parcialmente os pleitos do Estado do Ceará e entendeu que a Greve dos Profissionais da Educação do Estado do Ceará não atendeu ao disposto no art. 3º da Lei nº 7.883/89 (Lei de Greve) e determinou a sustação do movimento paredista no prazo de 72 (setenta e duas) horas sob pena de multa de R$ 3.000,00 (três mil reais) por cada dia de descumprimento a ser paga pelo Sindicato APEOC.
11. Da decisão que considerou ilegal a greve, o Sindicato APEOC só foi intimado na data de 11/05/2016, por meio de publicação da decisão no Diário da Justiça Eletrônico.
12. Na data seguinte à intimação, dia 12/05/2016, o Sindicato APEOC interpôs recurso de Agravo com pedido de reconsideração, visando a reforma da decisão por parte do julgador ou, caso o mesmo não mude seu entendimento, que a questão seja julgada pela Câmara do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.
13. No mesmo dia do protocolo do recurso, o Presidente do Sindicato APEOC, Prof. Anízio Melo, acompanhado da assessoria jurídica da nossa instituição sindical, conseguiu reunir-se com o Desembargador Durval Aires Filho, relator do processo. Embora ele tenha reiterado os argumentos de sua decisão que reconheceu a ilegalidade da greve, comprometeu-se a analisar o recurso do Sindicato APEOC o mais rápido possível.
O Sindicato APEOC está vigilante e atuante na defesa do direito dos professores e recorrerá em todas as instâncias na busca do reconhecimento da legalidade do movimento paredista.
Fonte: APEOC

NOMEAÇÃO DE PROFESSORES APROVADOS EM CONCURSO PÚBLICO DA UVA É PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO

O Governador Camilo Santana assinou na tarde de terça-feira, 17 de maio de 2016, Ato de Nomeação dos 34 professores aprovados no Concurso Público para Professor Efetivo Assistente e Adjunto da UVA, realizado em setembro de 2015 (Edital Nº 02 de 22/07/2015). A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado na edição do dia 18 de maio.
Em sua rede social, Camilo Santana deu a notícia em primeira mão, logo após a assinatura, na tarde do dia 17 de maio. “Uma importante notícia para o Ensino Público Superior de nosso Estado: assinei, há pouco, o Ato de Nomeação de 34 novos professores que irão reforçar os quadros da querida Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Os professores foram aprovados na primeira fase do concurso que autorizei ano passado para preenchimento de 67 vagas, conforme compromisso que assumi. A segunda fase será realizada posteriormente. Grande abraço a todos!”, escreveu o Governador. 
De acordo com o Reitor Fabianno Cavalcante de Carvalho, após a publicação das nomeações no Diário Oficial do Estado, os novos professores assumem de imediato suas funções, logo que cumpram a última fase do processo, que é a entrega de documentos e exames médicos obrigatórios.
A entrega dos documentos deve ser feita no Departamento de Recursos Humanos da UVA (DRH), no campus da Betânia.
Saiba mais: (88) 3677-4228.
Fonte: UVANET

quarta-feira, 18 de maio de 2016

PROFESSORES DECIDEM EM ASSEMBLEIA PELA CONTINUIDADE DA GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO

Os professores da Rede Estadual de Ensino do Ceará decidiram em assembleia, realizada nesta quarta-feira (18), manter a paralisação das atividades. O encontro foi no Ginásio Poliesportivo da Parangaba, em Fortaleza, e reuniu quase 1.700 servidores da Educação. A Greve Geral da Educação começou oficialmente no dia 25 de abril. O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, conduziu a assembleia e afirmou que a decisão da categoria é soberana. Ele incentivou a união dos professores para reforçar a mobilização no interior e capital.
A pauta da categoria é ampla e abrange uma série de reivindicações relacionadas às condições estruturais das escolas, à manutenção de espaços e programas pedagógicos, à liberação de processos funcionais e, principalmente, ao reajuste geral da categoria de 12,67%. Desde o início da greve, já foram realizadas três rodadas de negociação com o Governo do Estado. O Executivo sinalizou o atendimento de boa parte da pauta dos professores e estudantes mas não avançou na negociação do reajuste geral, que só deve ser anunciado no dia 06 de junho. A data-base dos servidores estaduais é 1° de janeiro.
A paralisação dos professores foi considerada ilegal pela Justiça e os efeitos da decisão do desembargador Durval Aires estão valendo desde a última segunda-feira (16), com cobrança de multa de R$ 3 mil/dia ao Sindicato APEOC e aplicação de falta aos professores. O Sindicato APEOC entrou com recurso para tentar cassar a liminar do magistrado no dia 12 de maio.

Agenda de Mobilização
- 19/05 (Quinta) e 20/05 (Sexta): Mobilização nas escolas para garantir a inscrição dos estudantes no ENEM
- 23/05 (Segunda): Grande Ato no Centro de Fortaleza – Concentração às 15h na Praça da Bandeira. Caminhada até à praça do Ferreira.
- 25/05 (Quarta): Assembleia Geral da categoria para definir os rumos do movimento.
Fonte: APEOC

terça-feira, 17 de maio de 2016

COMISSÃO AMPLIADA ENTRE PROFESSORES, SINDICATO APEOC E GOVERNO TEM NOVA RODADA DE NEGOCIAÇÃO

A direção do Sindicato APEOC participou nesta segunda-feira (16) de mais um encontro da Comissão Ampliada de Negociação que também integra professores da base e a gestão da Secretaria da Educação do Estado. Foram levantadas quase 30 pautas com discussão e encaminhamentos.
Pelo Sindicato APEOC, participaram o presidente Anízio Melo, o vice-presidente, Reginaldo Pinheiro, o secretário geral, Helano Maia, e a diretora de Formação, Gorete Leandro. A base foi representada pelos professores Reinaldi Mapurunga (Fortaleza), Rômulo Jerri (Russas), Jobson Souza (Caucaia) e Cícera Barbosa (Fortaleza). O secretário da Educação, Idilvan Alencar, participou com outras gestoras da Seduc.
Discussão e Encaminhamentos

Reforma das Escolas
Recurso disponível: R$ 32 milhões
As escolas com problemas de infraestrutura devem solicitar o serviço de reforma emergencial à CREDE/SEFOR, que encaminha o pedido diretamente ao Secretário da Educação. O gabinete vai acionar o departamento de Engenharia para realizar a obra.
A prioridade será para as unidades com ambientes interditados. Segundo o próprio secretário, existem atualmente 50 escolas com ambientes interditados.
A Seduc informou ainda que 15 escolas em Fortaleza vão ser reconstruídas. O secretário Idilvan Alencar vai chamar os diretores dessas escolas para apresentar o andamento dos projetos.

Suprimento de Fundos para Escolas
Recursos para compra de material de expediente e serviços em caráter emergencial, como pequenos reparos e compra de insumos que faltarem. Seduc abriu consulta pra definir percentual de serviços e produtos que cada unidade vai adotar. Será disponibilizado um cartão corporativo para os gestores para agilizar o pagamento. Após a liberação das parcelas, a verba deve ser gasta em até 45 dias e a prestação de contas deve ser feita até 60 dias após o recebimento do dinheiro. O dinheiro não investido volta à conta do Estado.
Verba anual:
- Escola Tipo A – R$ 8 mil
- Escola Tipo B – R$ 7 mil
- Escola Tipo C – R$ 6 mil
A ideia é desburocratizar o processo de aquisição de produtos e serviços, com a possibilidade de contratação de profissionais autônomos. A portaria foi assinada durante a reunião desta segunda (16).

Compra de computadores para escolas
Compra de 5 mil computadores para escolas estaduais.
Distribuição será feita de acordo com a necessidade, respeitando o critério do número de aluno e urgência. Será feito um levantamento para definir o quantitativo por escola. Além da compra de novos equipamentos, será feito um mutirão para conserto dos computadores com defeito. Os estudantes das Escolas Profissionais da área de Informática poderão estagiar nas escolas para dar manutenção e consertar os equipamentos com defeito. As próprias escolas também poderão contratar serviços profissionais de manutenção.
A Seduc informou que serão adquiridos computadores no valor unitário de R$ 3.570. O primeiro lote, com 1.300 unidades, será entregue em até 60 dias.

Merenda Escolar
Está garantida a compra de arroz, macarrão, açúcar, massa de milho e feijão para complementar a merenda dos estudantes das escolas do Estado. O objetivo é oferecer uma refeição com pelo menos 300 calorias diárias por aluno, de acordo com resolução do FNDE. A aquisição será centralizada pela Secretaria da Educação do Estado, por meio de licitações regionalizadas. A entrega dos itens será diretamente nas escolas. As escolas vão receber a quantidade de alimentos de acordo com sua necessidade e a capacidade de armazenamento. O investimento inicial é de R$ 8.310.000,00.
Todos os outros itens que compõem a merenda escolar continuarão sendo adquiridos pelas próprias escolas por meio de processo de licitação, como já ocorre normalmente.
O Sindicato APEOC reforçou a reivindicação de garantir a qualidade na prestação do serviço da alimentação escolar, com pesquisa de aceitação entre os estudantes, para definição de um cardápio nutritivo e saboroso.

Ampliação de carga horária nas escolas
Contratação/lotação dos professores efetivos e temporários, decorrente da ampliação de carga horária para os ambientes pedagógicos escolares cujo objeto é a oferta de atividades vinculados ao currículo do aluno. A distribuição será:
- 100h para escolas regulares, indígenas, quilombolas e CEJAS;
- 125h para Escolas Profissionais.
A distribuição será feita de acordo com a necessidade e a decisão dos gestores, professores e alunos em articulação com as CREDES/SEFOR. Em breve, será divulgada uma circular com as orientações.
Contratação/lotação terá data inicial no dia 13/06/2016.

Portaria de Afastamento para Mestrado e Doutorado
Foram extintos os artigos 7° e 16° da Portaria de Afastamento para Mestrado e Doutorado. Os artigos se referem à limitação de um percentual do número de professores que podem solicitar afastamento e ao intervalo entre Mestrado e Doutorado. O secretário se comprometeu em discutir os outros itens. O Sindicato APEOC reforçou a necessidade de acabar com a restrição das áreas de estudo e a limitação da aceitação dos programas de pós-graduação que apresentem notas 4 e 5 na Capes.

Progressão Horizontal e Ascenção Funcional
Pagamento do retroativo da progressão horizontal e vertical – já foi feito. Investimento de R$ 2.800.000,00.

Professores Reclassificados
341 professores reclassificados do último concurso da Seduc (2013) já foram nomeados e empossados.

Vale-alimentação
Implantação do vale-alimentação. Investimento de R$ 11 milhões. A proposta é incluir os professores temporários que não têm carga horária de 200h completas. Secretário afirmou compromisso de resolver. As outras que faltam para completar a carga horária podem ser preenchidas por atividades que serão desenvolvidas a partir do pacote de ampliação de carga horária.

Estabilidade
Processos de estabilidade serão publicados até dia 20/06/16.

Diretor de Turma
Projeto Diretor de Turma está mantido.

Reajuste do vale-alimentação
Reajuste do vale-alimentação para todos os servidores. Sindicato reivindica universalização do benefício do vale-alimentação para todos os servidores e que o percentual da Revisão Geral também seja aplicado no aumento do valor do vale-alimentação.

Vale-transporte
Regularização do vale-transporte dos professores da Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo a Seduc, até junho já estará tudo normalizado. Sindicato APEOC reivindica a extensão desse benefício aos professores dos municípios maiores que têm transporte urbano. Secretário se comprometeu em resolver os casos particulares, como o dos professores de Beberibe.

Notebooks
Entrega dos notebooks para alunos começa em julho. Já foram empenhados 15 mil unidades, referentes a 2013. Seduc vai começar uma nova licitação para a compra dos equipamentos que não foram entregues.

Piso
Garantia do pagamento do Piso Nacional do Magistério.

Aquisição de Materiais
Simplificação do processo de aquisição de materiais/insumos para escolas. Desburocratização do processo, com a redução dos trâmites para dar mais agilidade e maior segurança jurídica.

ISSEC
Como diz respeito a um serviço de todos os servidores do Estado, as propostas de melhoria vão ser discutidas e encaminhadas junto à Mesa de Negociação Permanente dos servidores do Ceará.

Luta em defesa do Pré-Sal
Governo reafirmou o compromisso de manter a luta em defesa do Pré-Sal e da Educação. A proposta do Sindicato APEOC é formar uma frente com participação dos professores, sindicato, Governo do Estado e prefeituras.

FUNDEB
Acompanhamento dos recursos do FUNDEB, com garantia de vinculação de pelo menos 80% para pagamento dos professores.

Descompressão na Carreira
Decreto que regulamenta a lei está sendo elaborado com previsão de publicação para setembro. Sindicato reivindica que seja antes de 31 de agosto por conta da progressão especial de 5 mil professores que estão no nível 12 (nível I) de especialista, embarreirados há mais de 5 anos nesse nível.

Aprender pra Valer
Pagamento das bolsas do programa Aprender pra Valer. Previsão em agosto de 2016. O investimento é de R$ 204.111,84 (2013). 86 servidores serão beneficiados.

Gratificação das EP´s
Será formada comissão com representantes das EP´s, Sindicato e Seduc para avaliar gratificações e encaminhar pagamentos para setembro. O valor do investimento é de R$ 4.057.278,54 milhões. Serão beneficiados 1.763 professores temporários, 719 professores efetivos e 572 gestores/coordenadores.

Ampliação Definitiva de Carga Horária
Pagamento está programado para entrar na folha de junho com pagamento em 1° de julho. O retroativo será pago em parcelas de até R$ 3 mil por mês. Assinatura do termo para pagamento será feita até dia 20/05 e, depois, encaminhado para gabinete do governador. 67 professores vão ser beneficiados. O Impacto anual será de R$ 1.447,634,11.

Tipificação das Escolas
Mudança na tipificação das escolas será discutida nos próximos encontros da Mesa Ampliada de Negociação.

Reposição de Faltas
Secretário disse que só vai negociar as faltas da Greve Nacional (março) e da paralisação atual após o fim da mobilização da categoria. Após insistência do Sindicato APEOC, Idilvan Alencar afirmou que tudo é possível de recuperação, inclusive as horas de planejamento.

Educação Especial
Criação de Grupos de Trabalho para discutir situação da Educação Especial. As portarias já estão prontas. O próximo passo é a composição dos grupos.

PLC 257/2016
Sindicato APEOC cobrou compromisso político do Governador em não aderir ao PLC 257/2016. Secretário disse que governador reafirmou que não tem interesse em aderir.

Reajuste Geral
Após compromisso do próprio governador em apresentar um reajuste diferenciado para os servidores da Educação, Sindicato APEOC reforçou a necessidade do Governo divulgar uma proposta antes do dia 06 de junho. O secretário da Educação concordou com a proposta mas não avançou na negociação dessa pauta.

PCA/PCE
Secretário disse que vai voltar a discutir as possíveis mudanças no programa. A proposta é ouvir professores, diretores, coordenadores e Sindicato.

Professores Temporários
Secretário se comprometeu em discutir ampliação do contrato de trabalho dos professores temporários que aderiram à greve atual. Sindicato APEOC também reivindicou realização de concurso público com divisão proporcional das vagas por áreas

Antes do final da reunião, o presidente do Sindicato APEOC reforçou a necessidade do Governo do Estado investir numa política de incentivo à matrícula para ampliar o acesso dos jovens ao Ensino Médio e para que não haja perda de recursos para a Educação Pública. Além disso, o Sindicato reivindica uma forte campanha de combate à sonegação de impostos, que também atinge diretamente as contas públicas e, como consequência, os cofres da Educação.
O secretário Idilvan Alencar se comprometeu em manter a mesa de negociação mas pediu a compreensão dos professores a encerrar a greve da categoria. Além do avanço no encaminhamento nas pautas dos servidores da Educação, o gestor afirmou que a retomada das atividades vai beneficiar os estudantes que precisam se inscrever para o Enem. A próxima reunião da Mesa Ampliada de Negociação está prevista para o dia 24 de maio.
Fonte: APEOC

quinta-feira, 12 de maio de 2016

EM ASSEMBLEIA GERAL, PROFESSORES DA UVA DECIDEM INICIAR GREVE

A Seção Sindical dos Docentes da UVA (SINDIUVA) realizou na noite de quarta-feira, 11 de maio de 2016, no campus da Betânia, Assembleia Geral para deliberar sobre a paralisação das atividades docentes na Instituição. Com 107 professores presentes, a proposta de deflagração de greve geral foi aprovada com 88 votos a favor e 11 votos contrários. Houve uma abstenção e 07 não votaram. De acordo com o SINDIUVA, a suspensão das atividades terá início a partir da segunda-feira, 16 de maio. 
A decisão de paralisar as atividades por tempo indeterminado, segundo o Sindicato, deve-se ao não atendimento, por parte do Governo do Estado, às reivindicações das três universidades estaduais cearenses. Entre as reivindicações estão a nomeação de professores aprovados em Concurso Público realizado em 2015; suspensão da redução da verba de custeio e manutenção das universidades e o pagamento de benefícios da carreira docente. 
Até o início da tarde desta quinta-feira, 12 de maio, a Reitoria ainda não havia sido comunicada oficialmente pelo SINDIUVA da decisão da Assembleia Geral. “Nós temos participado de todos as discussões com o Governo do Estado que envolvem as reivindicações do Sindicato e nos empenhado para evitar mais uma greve que, embora seja um instrumento legal e legítimo, também traz prejuízos, comprometendo todo andamento das atividades acadêmicas da Instituição, sendo mais grave pelo momento político delicado que o país atravessa”, afirma o Reitor Fabianno Cavalcante de Carvalho. 
Na sexta-feira, 13 de maio, o Reitor da UVA participará de reunião no Palácio da Abolição, em Fortaleza, com a Vice-Governadora Izolda Cela; o Chefe de Gabinete do Governador, Élcio Batista; o Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado, Inácio Arruda e representantes do SINDIUVA para tratar das reivindicações que levaram à greve.
Fonte: UVANET

quarta-feira, 11 de maio de 2016

SINDICATO APEOC E COMISSÃO DE PROFESSORES EM GREVE TÊM AUDIÊNCIA COM GOVERNADOR

Professores e servidores da Educação, acompanhados de centenas de estudantes, lotaram o pátio da Secretaria da Educação do Estado na manhã desta quarta-feira (11). O ato foi uma das atividades organizadas pelo Sindicato APEOC na programação da Greve Geral da Educação, que nesta quarta completa 17 dias. Após a pressão da categoria, o secretário da Educação, Idilvan Alencar, recebeu uma comissão ampliada de negociação formada por quatro membros da diretoria do Sindicato APEOC e quatro professores da base, eleitos durante a reunião do comando de greve na última segunda (09).
Além do presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, também estavam presentes o vice-presidente estadual, Reginaldo Pinheiro, o secretário geral, Helano Maia, e a representante do Departamento de Funcionários da Educação, Ana Lúcia Medeiros. A comissão contou ainda com a participação dos professores Reinaldi Mapurunga (Fortaleza), Rômulo Jerri (Russas), Jobson Souza (Caucaia) e da professora Ana Karina Cavalcante (Fortaleza).
Negociação
Após apresentar a pauta de reivindicação da categoria, Anizio Melo reforçou a necessidade do governador Camilo Santana receber a comissão ampliada para acelerar o processo de negociação. O secretário Idilvan Alencar fez contato com o gabinete do governador, apresentou o pleito do Sindicato e conseguiu um espaço na agenda do chefe do Executivo. O grupo se deslocou ao Palácio da Abolição e foi recebido por Camilo Santana ainda pela manhã. Depois de duas horas de reunião, foram apresentados os seguintes encaminhamentos:
1. Continuidade da negociação por meio da Mesa Ampliada com representantes do Sindicato APEOC e professores da base. O próximo encontro com o secretário Idilvan Alencar será nesta segunda-feira (16) em horário a ser definido.
2. Após ouvir o pleito do Sindicato, o governador se comprometeu em conceder um reajuste diferenciado para os professores considerando o FUNDEB. Anizio Melo defendeu frente ao Executivo a necessidade de ultrapassar a barreira dos 80% do FUNDEB para pagamento dos profissionais do Magistério.
3. Em relação ao pagamento de vale-alimentação aos temporários que não completam as 40h semanais, o Governo do Estado prometeu apresentar um levantamento do número de professores nessa situação para discutir e encaminhar.
4. Depois da cobrança do Sindicato APEOC sobre a merenda escolar, o Governo se comprometeu em apresentar um cronograma de aquisição e distribuição dos itens (arroz, feijão, açúcar e massa de milho) para as escolas na próxima reunião.
5.A portaria de afastamento para Mestrado e Doutorado será revogada. Uma nova proposta será construída coletivamente por uma comissão com participação de representantes do Sindicato, professores e Seduc sem limitação de percentual para afastamento.
6. A Secretaria da Educação vai rediscutir com a categoria e o Sindicato APEOC as funções do PCE/PCA e as condições da atividade do professor que atuar nesta função.
7. Na próxima reunião da Mesa Ampliada de Negociação, a Seduc vai informar a data de publicação e pagamento dos processos de ampliação definitiva de carga horária.
8. A Seduc vai apresentar um calendário de reforma das escolas, com prioridade para os casos mais emergenciais.
9. A Seduc vai apresentar um cronograma de repasse dos recursos extras para manutenção das escolas na próxima rodada de negociação.
10. Governador se comprometeu com servidores da Educação a não aderir ao PLC 257/2016, que renegocia a dívida dos Estados com a União e impõe um duro ajuste fiscal com reflexo direto na vida dos servidores públicos.
11. Em relação ao Instituto de Saúde dos Servidores do Ceará (ISSEC), Governo prometeu discutir um plano de qualificação dos serviços com participação dos sindicatos e associações de todos os servidores estaduais.
Contexto jurídico
A decisão judicial que determinou sustar a Greve Geral da Educação foi disponibilizada na edição do Diário de Justiça Eletrônico da noite desta terça-feira (11). O efeito da decisão só passa a valer a partir de segunda-feira (16). O departamento jurídico do Sindicato APEOC entrará com recurso no Tribunal de Justiça. O ato, porém, não tem efeito suspensivo imediato sobre o despacho inicial. A proposta do Sindicato APEOC é provocar o Judiciário a apreciar novamente o caso e, assim, tentar a cassação da liminar.
Agenda de mobilização

Fala, Anízio

Fonte: APEOC

segunda-feira, 9 de maio de 2016

GOVERNADOR PARTICIPA DE REUNIÃO NA SEDUC E ANUNCIA NOVOS INVESTIMENTOS PARA A EDUCAÇÃO CEARENSE

Camilo Santana destacou que o Ceará foi o único estado do Brasil a pagar reajuste de 13,01% em 2015 e que o diálogo com a categoria continuará sempre aberto.
O governador Camilo Santana anunciou, nesta segunda (09), um pacote de investimentos na educação cearense atendendo grande parte das reivindicações de diretores, professores e alunos da rede estadual. O anúncio foi feito em reunião com todos os gestores das Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) e Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) na sede da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc). Ao todo, serão mais de R$ 140 milhões investidos, sendo maior parte diretamente nas escolas para reformas e manutenção, alimentação dos estudantes, laboratórios de informática e aumento da carga horária para ambientes pedagógicos. Além disso, foi reafirmado o compromisso com outras demandas já garantidas para a categoria dos professores.
Para reformas nas escolas estaduais, estão garantidos recursos no valor de R$ 32 milhões de reais, e para manutenção de cada unidade, será criado um fundo de R$ 5 milhões ao ano para dar agilidade e facilitar os reparos necessários no dia a dia das unidades. Este valor será adicionado ao já repassado atualmente. No intuito de melhorar o atendimento nos laboratórios de informática das escolas, serão adquiridos cinco mil computadores já este ano e em 2017, num investimento de R$ 17,5 milhões.
Além disso, haverá acréscimo de 100h mensais para ambientes pedagógicos (Laboratórios e Multimeios) nas Escolas de Ensino Regular, Centros de Educação de Jovens e Adultos, Escolas Indígenas e Quilombolas e 125h mensais nas Escolas de Educação Profissional, destinados à oferta de disciplinas vinculados ao currículo do aluno, a serem definidas por professores, gestores e alunos, em articulação com as Coordenadorias Regionais de Educação do Interior e da Capital, com valor previsto de R$ 12,5 milhões/ano. Sobre a alimentação escolar, além do valor já investido atualmente, a Secretaria da Educação fará a aquisição e distribuição de arroz, feijão, macarrão, massa de milho e açúcar de forma imediata, o que representa um investimento de R$ 6,4 milhões ao ano.
Camilo Santana destacou que o Ceará foi o único estado do Brasil a pagar reajuste de 13,01% em 2015 e que o diálogo com a categoria continuará sempre aberto. “Estamos atendendo a praticamente todas as reivindicações apresentadas não só pelo Sindicato, mas também por professores e alunos. Qualquer reivindicação de professores e alunos sempre será justa, pois sempre precisamos investir na educação e melhorar as nossas escolas para nossos jovens. O nosso compromisso é de manter o diálogo aberto e construir juntos o caminho para superar essa crise no país, com muita união e sensibilidade”, afirmou o governador.
Notebooks da Premiação Spaece/ENEM
O governador Camilo Santana falou ainda sobre a premiação dos alunos que atingiram os melhores resultados no Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Serão distribuídos, inicialmente, 15.000 notebooks aos estudantes contemplados com o prêmio em 2013 - um investimento de R$ 21,4 milhões - com previsão de entrega para os meses de junho e julho deste ano.
Benefícios para os professores
Camilo Santana reforçou o compromisso firmado anteriormente com grande parte das reivindicações dos professores: garantia de pagamento do Piso de Magistério, revisão da portaria de afastamento para estudos, pagamento do retroativo de progressão Horizontal e Vertical, nomeação de 553 professores aprovados no último concurso, implantação do vale alimentação para professores temporários, manutenção do projeto Diretor de Turma, esforço para melhoria dos serviços do ISSEC (Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará).
Fonte: SEDUC CE

quarta-feira, 4 de maio de 2016

PROFESSORES CONFIRMAM CONTINUIDADE DA GREVE EM ASSEMBLEIA GERAL

Os profissionais da Rede Estadual de Ensino do Ceará se reuniram em Assembleia Geral da categoria nesta quarta-feira (04) no Ginásio Poliesportivo da Parangaba, em Fortaleza, e decidiram, por unanimidade, manter a greve por tempo indeterminado. A paralisação começou oficialmente no dia 25 de abril, após cumprimento dos prazos legais determinados pela Justiça.
Nesta quarta-feira (04), a greve completa dez dias e os professores estão há 125 dias sem reajuste salarial (a data-base da categoria é 1º de janeiro). Além do aumento de 12,67%, os grevistas também reivindicam uma extensa pauta que contempla a melhoria das condições de ensino e trabalho na rede estadual, o aumento da verba para merenda escolar, realização de novos concursos públicos, ampliação da rede de atendimento do ISSEC, manutenção dos espaços pedagógicos nas unidades de ensino, liberação e pagamento dos processos de estabilidade, progressão horizontal, ascensão funcional e ampliação definitiva de carga horária, entre outras.
Agenda de Mobilização
Além de aprovar a continuidade da greve, os professores também aprovaram uma agenda de mobilização para os próximos dias:
Dia 05/05 (Quinta) – 7h30: Ato na Assembleia Legislativa – Professores vão acompanhar votação do Plano Estadual de Educação e pressionar deputados a garantir o respeito à democracia, à qualidade da educação e à autonomia dos professores e escolas no processo de ensino-aprendizagem.
Dia 11/05 (Quarta) – 8h: Ato no Centro Administrativo do Cambeba com manifestação em frente à Secretarias da Educação, Secretaria do Planejamento e Gestão e Tribunal de Justiça. O objetivo é pressionar o Executivo para apresentar uma proposta diferenciada aos profissionais da Educação e sensibilizar o Poder Judiciário a ficar do lado dos trabalhadores nesse processo de paralisação das atividades, garantindo a legalidade do movimento. Concentração: Seduc.
Fonte: APEOC

quinta-feira, 28 de abril de 2016

ATO REÚNE MILHARES DE TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO E ESTUDANTES NO PALÁCIO DA ABOLIÇÃO

Os trabalhadores da Educação e os estudantes das escolas públicas estaduais do Ceará realizaram nesta quinta-feira (28) um grande ato em frente ao Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado, em Fortaleza. A mobilização foi organizada pelo Sindicato APEOC. Foi a primeira atividade de massa do movimento de greve da categoria, que começou na última segunda-feira (25).
As caravanas chegaram de vários municípios cearenses e reforçaram o grito dos servidores e alunos que defendem a Escola Pública e a valorização dos(as) trabalhadores(as) da Educação no Ceará. Com faixas, cartazes e muita batucada, os manifestantes expressaram a indignação com o Executivo, que até agora não pagou o reajuste geral dos servidores, cuja data-base é 1° de janeiro.
Além da questão financeira, os grevistas também reivindicam uma extensa pauta que contempla a melhoria das condições de ensino e trabalho na rede estadual, o aumento da verba para merenda escolar, realização de novos concursos públicos, ampliação da rede de atendimento do ISSEC, manutenção dos espaços pedagógicos nas unidades de ensino, liberação e pagamento dos processos de estabilidade, progressão horizontal e ascensão funcional, entre outras.
Ao final do ato no Palácio da Abolição, o presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, e uma comissão de professores e alunos foram recebidos pelo chefe de Gabinete do Governo do Estado, Élcio Batista. O Sindicato APEOC entregou um ofício com os principais pontos da pauta de reivindicação da categoria e reforçou a necessidade do Governo apresentar uma proposta de reajuste diferenciada para os trabalhadores da Educação, já que o setor possui fontes próprias de financiamento. Élcio Batista manteve o discurso do Executivo de que o cenário atual não permite apontar um percentual de aumento. No dia 04 de abril, o próprio governador, Camilo Santana, adiou por sessenta dias o anúncio de um possível reajuste.
Os manifestantes deixaram o Palácio da Abolição e fizeram uma caminhada até a Assembleia Legislativa, onde apresentaram aos deputados os motivos da luta dos(as) trabalhadores(as) da Educação. O Sindicato APEOC também protocolou um documento com a pauta da greve para pedir o apoio dos parlamentares.
Fonte: APEOC

segunda-feira, 25 de abril de 2016

SEDUC PRORROGA INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES TEMPORÁRIOS

A Comissão da Seleção Simplificada para composição de banco de professores temporários da rede estadual (Edital Nº 002/2016) informa a prorrogação do prazo de inscrições para o dia 26 de abril, e o prazo para pagamento da taxa de inscrição para o dia 27 de abril (quarta-feira).
As inscrições ocorrem exclusivamente via internet em http://selecao.seduc.ce.gov.br/ e o valor da taxa de inscrição é de 40 reais. Para tirar dúvidas sobre esta seleção, entre em contato através do telefone (85) 3101.4402 ou do e-mail selecaoprofessor@seduc.ce.gov.
Fonte: SEDUC CE

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A ETAPA REGIONAL DOS JOGOS ESCOLARES DO CEARÁ 2016

Estão abertas as inscrições para a etapa regional do Interior e etapa de Fortaleza dos Jogos Escolares do Ceará 2016. As escolas campeãs da fase municipal deverão acessar o link abaixo para o cadastramento e inscrição de sua escola. O evento é realizado pela Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte), em parceria com a Secretaria da Educação (Seduc). 
A finalidade dos jogos é promover ampla mobilização do segmento escolar, incentivando o esporte como forma de inclusão social e estimulando a participação do aluno em atividades esportivas dentro da escola, além de identificar e desenvolver talentos esportivos.
A mobilização das escolas da Rede Estadual para a competição será realizada em parceria com as Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) e Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor). É importante lembrar que é obrigatório que os competidores tenham documento de identidade (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF) para participar da fase Estadual e Nacional.
Realize aqui a sua inscrição. 
Acesse aqui o regulamento. 
Acesse aqui a apresentação.
Mais Informações: (85) 3101.4388 / jec@esporte.ce.gov.br.

Período
Evento
25 de Abril a 08 de Maio
Inscrições do Interior no site da SESPORTE
09 a 13 de Maio
Congresso técnico das Micro-regiões
21 e 22 de Maio
Realizações nas 20 Micro-regiões
23 de Maio a 01 de Junho
Congressos técnicos das Macro Regionais
Maio e Junho
Realização da etapa de Fortaleza
03 a 05 de Junho
Realização de 3 Macros Regionais
10 a 12 de Junho
Realização de 3 Macros Regionais
04 a 07 de Agosto
Realização da Fase Estadual
20 a 29 Setembro
Nacional 12 a 14 anos – João Pessoa
10 a 19 Novembro
Nacional 15 a 17 anos – João Pessoa

Fonte: SEDUC CE

domingo, 24 de abril de 2016

INSCRIÇÕES PARA O VESTIBULAR UVA 2016.2 SE INICIAM AMANHÃ (25)

Na segunda-feira, 11 de abril, a Universidade Estadual Vale do Acaraú lançou o edital nº 04/2016, o qual disciplina e orienta a realização do vestibular 2016.2 desta Universidade. Tal vestibular visa preencher 751 vagas em 21 cursos de graduação, distribuídos conforme tabela a seguir.

CURSO
MODALIDADE
VAGAS
TURNO
ADMINISTRAÇÃO
BACHARELADO
40
MANHÃ
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
LICENCIATURA
30
INTEGRAL
CIÊNCIAS CONTÁBEIS
BACHARELADO
40
NOITE
CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO
BACHARELADO
30
INTEGRAL
CIÊNCIAS SOCIAIS
BACHARELADO
25
NOITE
CIÊNCIAS SOCIAIS
LICENCIATURA
25
NOITE
DIREITO
BACHARELADO
40
NOITE
EDUCAÇÃO FÍSICA
BACHARELADO
40
INTEGRAL
ENFERMAGEM
BACHARELADO
40
INTEGRAL
ENGENHARIA CIVIL
BACHARELADO
36
INTEGRAL
FILOSOFIA
BACHARELADO
40
MANHÃ
FÍSICA
LICENCIATURA
35
NOITE
GEOGRAFIA
BACHARELADO
25
MANHÃ
GEOGRAFIA
LICENCIATURA
25
MANHÃ
HISTÓRIA
LICENCIATURA
50
NOITE
LETRAS - INGLÊS
LICENCIATURA
40
MANHÃ
PEDAGOGIA
LICENCIATURA
40
MANHÃ
PEDAGOGIA
LICENCIATURA
40
NOITE
QUÍMICA
LICENCIATURA
30
NOITE
SUPERIOR EM TECNOLOGIA DA CONST. DE EDIFÍCIOS
TECNOLÓGICO
40
NOITE
ZOOTECNIA
BACHARELADO
40
INTEGRAL
TOTAL
-
751
-

Esta edição do vestibular é uma das que ofertam menos quantidade de vagas. Tal redução se deve, principalmente, à não oferta dos cursos de Filosofia licenciatura, Química bacharelado, Matemática e Letras Português. Informações extraoficiais dão conta de que a não oferta destes cursos se deve à carência de professores na instituição.
As demais mudanças em relação aos vestibulares anteriores foram o aumento das vagas nas Ciências Sociais e a volta da oferta da Educação Física bacharelado.
Os candidatos deverão efetuar a sua inscrição de 25 de abril (amanhã) a 13 de maio através do site https://vestibular.uvanet.br. Quem desejar pedir isenção deverá efetuar a sua inscrição de 25 a 29 de abril, de 08 às 11 horas e de 14 às 17 horas.
Pode se candidatar a uma das vagas qualquer estudante que tenha concluído o ensino médio, ou estudos equivalentes, até os dias 01 e 02 de agosto de 2016, data da matrícula dos aprovados.
A taxa de inscrição é de R$ 100,00. Alunos de escola pública que fizerem o pedido de isenção no devido prazo pagarão apenas R$ 50,00 através de boleto bancário, o qual deverá ser pago até o dia 16 de maio de 2016. O resultado dos pedidos de isenção será divulgado no dia 06 de maio no site da Universidade.
Alunos de escolas públicas deverão levar fotocópia e original do histórico escolar constando as escolas em que cursaram as três séries do Ensino Médio. Tais documentos deverão ser entregues à CEPS. Para estudantes que estão cursando o segundo semestre do 3º ano do ensino médio serão necessários declaração da escola de que o estudante está no segundo semestre do 3º ano e histórico escolar em que conste a escola pública em que o estudante cursou o 1º e o 2º anos.
Portadores de deficiência deverão levar atestado médico em que conste o CID - 10 da deficiência do candidato.
Uma pessoa pode levar o pedido de isenção de até 5 candidatos.
O cartão de informação, em que constarão horários, datas e locais de prova, serão disponibilizados aos candidatos a partir do dia 13 de junho de 2016.
As provas deste vestibular serão aplicadas no dia 19 de junho do corrente ano, em local a ser definido no cartão de confirmação. O CANDIDATO SÓ PODERÁ FAZER A PROVA SE APRESENTAR UM DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO COM FOTO E O CARTÃO DE INFORMAÇÃO. Entrada de retardatários também não será aceita.
A divulgação dos resultados será no dia 22 de julho de 2016, no site da instituição. Os aprovados farão sua matrícula nos dias 01 e 02 de agosto de 2016.
Ainda no dia 02 de agosto, a partir das 20 h, haverá a divulgação das vagas remanescentes. Os candidatos CLASSIFICÁVEIS, dentro do limite de vagas, deverão se apresentar nos dias 03 e 04 de agosto, de 9 às 17 horas, para se matricularem. Persistindo vagas remanescentes, será divulgada uma segunda chamada de classificáveis no dia 04 de agosto, às 20 h.
Os candidatos classificados nessa segunda chamada deverão se matricular no dia 05 deste mesmo mês e ano, PONTUALMENTE às 9 h. Perderão o direito à vaga nesta segunda chamada de classificáveis quem não estiver presente à chamada.