APROVADOS

APROVADOS

terça-feira, 30 de setembro de 2014

ENEM - MAIS DE 8 MILHÕES DE CANDIDATOS FARÃO O EXAME EM NOVEMBRO

Nos dias 8 e 9 de novembro 8,7 milhões de candidatos farão as provas da edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nos dois dias, as provas terão início às 13 horas, no horário de Brasília, e após este horário não será permitida a entrada nos prédios onde as provas serão realizadas.
No primeiro dia, os candidatos terão quatro horas e meia para responder questões de história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia. Já no segundo dia os participantes terão cinco horas e meia para fazer as provas de matemática, língua portuguesa, literatura, artes, educação física, tecnologias da informação e comunicação e língua estrangeira, além da redação.
Para resolver a prova, o estudante deve apresentar um documento de identidade com foto e preencher o caderno de respostas com caneta esferográfica preta. O aluno só pode deixar o local da prova duas horas após o início do exame e só é permitido levar o caderno de questões se sair no máximo trinta minutos antes do fim da prova.
Fonte: MEC

INSTITUTOS FEDERAIS - GOVERNO FINANCIARÁ PROJETOS DE PESQUISA QUE CONTRIBUAM PARA O AVANÇO TECNOLÓGICO

Professores e pesquisadores vinculados a institutos federais de educação, ciência e tecnologia podem se candidatar a financiamento para projetos de pesquisa que contribuam para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação. O prazo para inscrição vai até 23 de outubro.
A iniciativa, que envolve o Ministério da Educação, com a atuação da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), integra a política de inovação e educação tecnológica da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica para o fomento da formação de recursos humanos qualificados. As propostas selecionadas terão 24 meses de duração. O investimento global é de R$ 40 milhões, distribuídos em parcelas em 2014, 2015 e 2016.
A Setec e o CNPq vão realizar, em 6 de outubro, das 9h às 10h30, webconferência para divulgar e orientar sobre a formulação de projetos de pesquisa aplicada dos institutos federais para a Chamada Pública nº 17, que seleciona e financia os projetos. A primeira conferência on-line foi realizada na quarta-feira, 24, com mais de 270 computadores conectados. Na ocasião foram explicados os critérios de seleção das propostas.
Para apresentar projeto, o candidato deve ter o currículo cadastrado na Plataforma Lattes, atualizado, e ser professor, pesquisador, servidor técnico, desde que vinculado a um dos 38 institutos federais presentes em todos os estados e no Distrito Federal. No caso de servidor aposentado, o profissional precisa comprovar na Plataforma Lattes que mantém atividade acadêmico-científica e apresentar declaração da instituição executora do projeto concordando com sua participação.
Assessoria de Comunicação Social
Acesse o documento de dúvidas frequentes
Veja o vídeo da webconferência realizada em 24 de setembro
Saiba mais sobre a Chamada Pública nº 17
Acompanhe a webconferência de 6 de outubro
Fonte: MEC

UVA RECEBERÁ INSCRIÇÕES PARA VESTIBULAR DE 3 A 24 DE OUTUBRO

Estarão abertas no período de 3 a 24 de outubro de 2014 as inscrições para o processo seletivo 2015.1 da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), em Sobral, zona Norte do Ceará. As inscrições serão recebidas exclusivamente via Internet. Os candidatos poderão acessar o endereço eletrônico http://vestibular.uvanet.br
A Universidade Estadual Vale do Acaraú
fica localizada em Sobral.
O Vestibular destina-se ao preenchimento de 940 vagas nos Cursos de Administração, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia, Química, Tecnologia em Construção de Edifícios e Zootecnia.
O Cartão de Informação, documento indispensável para o acesso do candidato ao local de realização das provas, será disponibilizado no endereço eletrônico da UVA, a partir do dia 24 de novembro.
As provas do Vestibular 2015.1 da UVA serão aplicadas no domingo, dia 30 de novembro, na cidade de Sobral, em local a ser indicado no Cartão de Informação, nos seguintes horários: das 8h às 12h, Prova de Conhecimentos Gerais; das 14h às 17 h, Conhecimentos Específicos e Prova de Redação. Os candidatos deverão apresentar original do documento oficial de identidade e o Cartão de Informação. 
Resultado
O resultado será divulgado no dia 9 de janeiro de 2015, às 17h, na sede da CEPS e através do site http://www.uvanet.br. A matrícula dos candidatos classificados será nos dias 13 e 14 de janeiro, na Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROGRAD), no campus Betânia, nos horários de 9h às 17h.
A divulgação do número de vagas remanescentes, se houver, será no dia 14 de janeiro, a partir das 20h, na PROGRAD e no endereço eletrônico da UVA. A matrícula dos classificáveis dentro do limite das vagas remanescentes será nos dias 15 e 16 de janeiro, das 9h às 17h, para todos os cursos. Se ainda restarem vagas, a PROGRAD divulgará no dia 16 de janeiro, a partir das 20h. A chamada dos classificáveis seguintes será às 9h do dia 19 de janeiro.
Para a matrícula serão exigidos os seguintes documentos, acompanhados dos respectivos originais: uma fotocópia da Carteira de Identidade; uma fotocópia do Certificado de Conclusão do Ensino Médio; uma fotocópia do comprovante da obrigação eleitoral; uma fotocópia do Certificado Militar (para homens).
Serviço
O Edital está disponível na página de inscrições http://vestibular.uvanet.br
Mais informações: Comissão Executiva do Processo Seletivo – CEPS
Av. Dr. Guarany, 317 – Campus CIDAO, Derby, Sobral-CE
Fone/fax: (88) 3677-4210 – site: www.uvanet.br
Fonte: UVANET

GABARITO - SIMULADO ENEM 2014



quinta-feira, 25 de setembro de 2014

UVA RETOMA GREVE: EM ASSEMBLEIA, PROFESSORES DECIDEM PARAR NOVAMENTE

Em assembléia realizada na noite desta quarta-feira, 24 de setembro, os professores da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) decidiram retomar a greve que tinha sido suspensa no início de 2014.
A principal reivindicação da categoria é a realização de concurso público para professores efetivos que, em caráter emergencial, deveria ofertar 118 vagas para a UVA.
Segundo levantamento feito pelo Sindicato dos Docentes da UVA (SINDIUVA) junto às coordenações dos cursos, no momento existem 69 disciplinas sem professores além de disciplinas que sequer foram ofertadas. Além disso, boa parte dos professores substitutos atualmente vinculados à UVA terão seus contratos findados em outubro deste ano.
A reunião teve início por volta das 19h e o Auditório Central da UVA recebeu um grande número de professores, estudantes e servidores. Inicialmente, houve uma rápida memória dos fatos ocorridos desde a suspensão da greve (em fevereiro) até o momento atual e em seguida foi aberto espaço para a manifestação dos presentes. Professores e estudantes da UECE e URCA também participaram do momento e externalizaram seus pontos de vista acerca do momento atual das universidades estaduais.
Os professores da UVA que fizeram uso da palavra expuseram a atual situação estrutural da Universidade (prédios necessitando de reforma, falta de pincéis, de tintas para impressora, dentre outros) bem como a necessidade de melhoria no quadro docente, uma vez que cursos como o de Química, por exemplo, estão com 24 disciplinas sem professores.
Por volta das 21h foi realizada a votação sobre a retomada ou não da greve. Dos 98 professores presentes, 89 votaram a favor da paralisação, 8 foram contra e 1 se absteve. Ao final da assembléia, a representação do SINDIUVA declarou que a paralisação deve acontecer em 72 horas.
Atualizando, 25/09, 09:36: em e-mail dirigido aos professores, o SINDIUVA orienta que a paralisação deve começar a partir de terça-feira, 30 de setembro.

ENEM - PRIVADOS DE LIBERDADE SERÃO INSCRITOS A PARTIR DO DIA 30

Será aberto na terça-feira, 30, o prazo para que pessoas privadas de liberdade sejam inscritas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O período se estenderá até 30 de outubro próximo. Pode participar quem tiver interesse e cuja unidade prisional ou socioeducativa tenha firmado termo de compromisso com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
A inscrição deve ser feita exclusivamente via internet pelo responsável pedagógico do estabelecimento. Caberão também ao responsável pedagógico o acesso aos resultados e a divulgação das informações sobre o exame. Além disso, ele deve encaminhar a participação dos candidatos ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e a outros programas de acesso à educação superior.
As provas estão marcadas para os dias 9 e 10 de dezembro, nas unidades prisionais e socioeducativas. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza e suas tecnologias (química, física e biologia), com duração de 4 horas e 30 minutos. No segundo dia, será a vez de matemática, linguagens, códigos e suas tecnologias (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação), além da redação. Esta segunda etapa tem duração de 5 horas e 30 minutos, incluindo a redação.
De acordo com o edital do exame, os órgãos de administração prisional e socioeducativa das unidades da Federação que pretendem indicar unidades para aplicação do Enem devem firmar o termo de adesão, responsabilidades e compromissos, na página do Inep na internet, a partir desta quinta-feira, 25, até às 23h59 de 20 de outubro, pelo horário de Brasília.
Na edição de 2013, o Enem para privados de liberdade recebeu 30.322 inscrições.
Fonte: INEP

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

ESTUDANTES DA ESCOLA MARIETA CALS FAZEM AQUECIMENTO PARA O ENEM



As provas do ENEM 2014 só ocorrerão nos dias 08 e 09 de novembro, mas na Escola Marieta Cals os trabalhos para este exame já se encontram a todo vapor.
Como forma de aquecer para este exame, esta escola promove por todo o dia de hoje e amanhã um simulado preparativo nos mesmos moldes da prova oficial.
Hoje, dia 24, cerca de 450 estudantes fazem provas de ciências humanas e de ciências naturais, com duração de 4 horas e meia. Amanhã, dia 25, além da prova de redação, os estudantes testarão seus conhecimentos em linguagens, códigos e suas tecnologias e em matemática. Para isso, os estudantes terão 5 horas e meia de tempo para fazer as provas.
Este simulado é parte integrante do projeto Aquecendo para o ENEM, um projeto que visa proporcionar aos estudantes EMC a oportunidade de prestar ENEM de forma a garantir a aprovação na universidade.
Além deste simulado, todo o trabalho em sala de aula a partir de agora será voltado para este exame nacional. Continuando com o trabalho, haverá a resolução de questões de edições passadas do ENEM, através do uso da coletânea de provas.
Com estas ações a Escola Marieta Cals busca, cada vez mais, ser uma referência em educação de qualidade, se firmando como uma das instituições de ensino que mais aprova seja em vestibulares ou no ENEM.

UEVA LANÇA EDITAL PARA O VESTIBULAR 2015.1

Na quinta-feira, dia 23 de setembro, a Universidade Estadual Vale do Acaraú lançou o edital nº 17/2014, o qual disciplina e orienta a realização do vestibular 2015.1 desta Universidade. Tal vestibular visa preencher 915 vagas em 24 cursos de graduação, distribuídos conforme tabela a seguir.

CURSO
MODALIDADE
VAGAS
TURNO
ADMINISTRAÇÃO
BACHARELADO
40
MANHÃ
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
LICENCIATURA
25
INTEGRAL
CIÊNCIAS CONTÁBEIS
BACHARELADO
40
MANHÃ
CIÊNCIAS CONTÁBEIS
BACHARELADO
40
NOITE
CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO
BACHARELADO
30
INTEGRAL
CIÊNCIAS SOCIAIS
BACHARELADO
25
NOITE
CIÊNCIAS SOCIAIS
LICENCIATURA
25
NOITE
DIREITO
BACHARELADO
40
TARDE
EDUCAÇÃO FÍSICA
BACHARELADO
40
INTEGRAL
ENFERMAGEM
BACHARELADO
40
INTEGRAL
ENGENHARIA CIVIL
BACHARELADO
30
INTEGRAL
FILOSOFIA
LICENCIATURA
40
NOITE
FÍSICA
LICENCIATURA
50
NOITE
GEOGRAFIA
BACHARELADO
25
MANHÃ
GEOGRAFIA
LICENCIATURA
25
MANHÃ
HISTÓRIA
LICENCIATURA
50
NOITE
LETRAS - INGLÊS
LICENCIATURA
40
MANHÃ
LETRAS - PORTUGUÊS
LICENCIATURA
40
NOITE
MATEMÁTICA
LICENCIATURA
35
NOITE
PEDAGOGIA
LICENCIATURA
50
MANHÃ
PEDAGOGIA
LICENCIATURA
50
NOITE
QUÍMICA
BACHARELADO
40
INTEGRAL
QUÍMICA
LICENCIATURA
40
NOITE
TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS
TECNOLÓGICO
40
NOITE
ZOOTECNIA
BACHARELADO
40
INTEGRAL
TOTAL
-
940
-

Os candidatos deverão efetuar a sua inscrição de 03 a 24 de outubro através do site https://vestibular.uvanet.br. Quem desejar pedir isenção deverá efetuar a sua inscrição de 03 a 10 de outubro, de 08 às 11 horas e de 14 às 17 horas.
Pode se candidatar a uma das vagas qualquer estudante que tenha concluído o ensino médio até os dias 13 e 14 de janeiro de 2015, data da matrícula dos aprovados.
A taxa de inscrição é de R$ 100,00. Alunos de escola pública que fizerem o pedido de isenção no devido prazo pagarão apenas R$ 50,00 através de boleto bancário, o qual deverá ser pago até o dia 27 de outubro de 2014. O resultado dos pedidos de isenção será divulgado no dia 31 de outubro no site da Universidade.
Alunos de escolas públicas deverão levar fotocópia e original do histórico escolar constando as escolas em que cursou as três séries do Ensino Médio. Tais documentos deverão ser entregues à CEPS. Portadores de deficiência deverão levar atestado médico em que conste o CID - 10 da deficiência do candidato.
Uma pessoa pode levar o pedido de isenção de até 5 candidatos.
O cartão de informação, em que constarão horários, datas e locais de prova, serão disponibilizados aos candidatos a partir do dia 24 de novembro de 2014.
As provas deste vestibular serão aplicadas no dia 30 de novembro do corrente ano, em local a ser definido no cartão de confirmação. O CANDIDATO SÓ PODERÁ FAZER A PROVA SE APRESENTAR UM DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO COM FOTO E O CARTÃO DE INFORMAÇÃO. Entrada de retardatários também não será aceita.
A divulgação dos resultados será no dia 09 de janeiro de 2015, no site da instituição. Os aprovados farão sua matrícula nos dias 13 e 14 de janeiro de 2015.
Ainda no dia 14 de janeiro, às 20 h, haverá a divulgação das vagas remanescentes. Os candidatos CLASSIFICÁVEIS deverão se apresentar nos dias 15 ou 16 de janeiro, de 9 às 17 horas, para se matricularem. Persistindo vagas remanescentes será divulgada uma segunda chamada de classificáveis no dia 16 de janeiro, às 20 h.
Os candidatos classificados nessa segunda chamada deverão se matricular no dia 19 deste mesmo mês e ano, PONTUALMENTE às 9 h. Perderão o direito à vaga nesta segunda chamada de classificáveis quem não estiver presente à chamada.

COMISSÃO DE DISCUSSÃO SISU/UVA REALIZA SEMINÁRIO SOBRE AÇÕES AFIRMATIVAS

A Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) realizou, no dia 18 de setembro, às 17h, no Auditório do Centro de Ciências da Saúde (CCS), campus Derby, Seminário Institucional sobre Ações Afirmativas, no âmbito das discussões internas sobre a possibilidade de adesão ao Sistema de Seleção Unificada (SISU/MEC). Houve palestra da professora doutora Maria Zelma de Araújo Madeira, Coordenadora da Célula de Ações Afirmativas da Universidade Estadual do Ceará (UECE).
Houve palestra da professora Maria Selma de Araújo Madeira (UECE).
O evento reuniu gestores e professores, sendo organizado pela Comissão Interna de Discussão sobre o SISU/ENEM na UVA. A palestrante fez um panorama da questão das ações afirmativas no Brasil, focalizando experiências já consolidadas como o caso da Universidade de Brasília (UNB), uma das primeiras a aderir ao SISU, assegurando que a questão deve ser debatida e bem estruturada para o atendimento não apenas da questão da legalidade, mas como uma iniciativa de inclusão social. Ela fez também um relato sobre o processo de adesão da UECE ao SISU/ENEM/COTAS.
Segundo a professora Maria Selma de Araújo Madeira, "o debate sobre as ações afirmativas, nas universidades estaduais do Ceará, colocou nosso Estado no cenário da inclusão social e de um movimento histórico importante para as populações contempladas pela iniciativa". 
Para o professor Antonio Glaudenir Brasil Maia, presidente da Comissão Interna de Discussão sobre o SISU/ENEM na UVA, “o Seminário foi esclarecedor e permitiu que se concluísse que a UVA está no caminho certo, quando intenta desenvolver uma política de inclusão social que, mediante o cenário brasileiro da educação superior, passa pela democratização do acesso aos nossos cursos, o que exige assumir as ações afirmativas".
Fonte: UVANET

PESQUISA APONTA QUEDA DO ANALFABETISMO

O analfabetismo recuou em todas as regiões do Brasil e em todas as faixas etárias. A taxa de analfabetismo caiu de 8,7% em 2012 para 8,3% em 2013, considerando a população com 15 anos ou mais. Se a comparação for estendida para os últimos 10 anos, verifica-se avanço ainda mais significativo: a taxa diminuiu de 11,5% em 2004 para 8,3% em 2013.
Os dados integram a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 2013, divulgada nesta quinta-feira, 18, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A apresentação contou com a participação dos ministros da Educação, Henrique Paim, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e do ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Marcelo Neri. 
Conforme o ministro Henrique Paim, é preciso considerar a história da educação brasileira para analisar estes resultados. Em 1950 um em cada dois brasileiros era analfabeto, relação que diminuiu de um para quatro em 1980 e de um analfabeto para cada 12 brasileiros em 2013.
Paim destacou que a taxa de analfabetismo na faixa dos 15 aos 19 anos, que caiu para 1% em 2013, é um resultado a ser comemorado. "Significa que o Brasil não está produzindo mais analfabetos, que fechamos a torneira. Isso demonstra o acerto das políticas públicas do governo federal, articuladas com estados e municípios", afirmou o ministro. 
Escolarização - A taxa de escolarização registrou avanço em todas as faixas etárias, com destaque para a faixa dos quatro aos cinco anos de idade, que passou de 78,1% em 2012 para 81,2% em 2013. De acordo com o ministro da Educação, o desempenho reflete as políticas de expansão da educação infantil. Entretanto, Paim reconhece que há desafios a serem superados em relação às demais faixas etárias. A pesquisa indicou ainda que, no ano passado, 98,4% da população entre os seis e os 14 anos frequentava a escola.
Anos de estudo – O levantamento indicou aumento na média de anos de estudo em todas as regiões brasileiras. A média nacional passou de 7,5 anos em 2012 para 7,7 anos no ano passado, tempo que é ainda maior entre as mulheres, atingindo 7,9 anos. Comparando às estatísticas dos anos 2000, a média saiu de 6,1 anos de estudo em 2001 para 7,7 anos em 2013, o que corresponde a um acréscimo de 26%.
A Pnad, elaborada anualmente, tem como base 362.555 entrevistas realizadas em 1.100 municípios de todos os estados e Distrito Federal em 2013, abordando temas como população, migração, educação, trabalho, rendimento e domicílios. 
Fonte: MEC

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

ESCOLA MARIETA CALS PROMOVE FORMAÇÃO A SEUS AGENTES JOVENS

A EEM Dona Marieta Cals realizou no dia 10/09/2014 o primeiro encontro com os Agentes Jovens da escola. O objetivo foi apresentar aos alunos toda a dinâmica teórica e prática da metodologia Agente Jovem: o que é o Ensino Médio Inovador/Projeto Jovem de Futuro; quem são os agentes jovens; o papel e a responsabilidade dos agentes jovens. Além disso, a intenção também foi motivá-los para uma participação efetiva nessa metodologia, inclusive a organização de um fórum previsto para o dia 26 deste mês de setembro.
As atividades foram realizadas sob a orientação da professora Dona Graça de Vasconcelos e da coordenadora do Projeto Jovem de Futuro, Maria Aricinha Sousa Teles Mendes.
O início da formação deu-se com fala da diretora, Maria do Livramento Dias que apresentou o grupo gestor do Projeto Jovem de Futuro, e ressaltou a importância dos agentes jovens para a escola, como protagonistas de suas ações. Após a fala da diretora, foi realizada a dinâmica de apresentação “Eu sou eu... eu gosto”.
Logo em seguida, as atividades foram apresentadas com a exposição teórica sobre a metodologia e a motivação dos Agentes Jovens. E para finalizar as atividades, a apresentação de um vídeo sobre a importância do trabalho em equipe.
O encerramento se efetivou com a dinâmica “jogando o caxangar”. No final, ficou combinado que haveria outros encontros quinzenais ou quando fosse necessário para realização de oficinas, pesquisas ou mobilização social.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

GUIA DO ESTUDANTE DESTACA SEIS CURSOS DA UVA

A Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) teve seis cursos estrelados na avaliação de cursos superiores realizada pelo Guia do Estudante (GE), da Editora Abril. Os cursos constarão da publicação GE Profissões Vestibular 2015, que passa a circular nas bancas a partir do dia 10 de outubro de 2014.
Cursos da UVA funcionam nos campi Betânia,
Derby. Junco e CIDAO
O curso de graduação em Zootecnia recebeu quatro estrelas, ficando com o conceito ótimo. Os cursos de Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Enfermagem, Filosofia e Pedagogia receberam três estrelas (conceito bom).
Avaliação
O Guia é publicado há 21 anos pela Editora Abril e tem caráter nacional. É elaborado a partir de dados da avaliação dos cursos superiores de bacharelado ou que sejam simultaneamente bacharelado/licenciatura. 
Os cursos são analisados por mais de três mil professores e coordenadores de cursos, a partir de questionários previamente preenchidos pelos coordenadores. Cada especialista pode avaliar até 35 cursos da região em que mora, desde que não seja da própria universidade. Resultados anteriores no Guia do Estudante também são considerados na avaliação.
Fonte: UVANET

RANKING: UECE É A MELHOR UNIVERSIDADE ESTADUAL DO N/NE

Foi divulgado na última segunda-feira, dia 8, o Ranking Universitário Folha (RUF) 2014, que classifica 192 universidades brasileiras públicas e privadas. A Universidade Estadual do Ceará (UECE) mantém-se na liderança como melhor universidade estadual do Norte/Nordeste e Centro-Oeste e permanece como a oitava melhor estadual do País, mesmas colocações alcançadas nos levantamentos de 2013 e de 2012.
A UECE também continua na 39ª posição no ranking geral, entre as 192 instituições avaliadas. A UECE, portanto, permanece entre as 20% melhores do Brasil, assim como continua como a sétima entre as universidades públicas do Nordeste, atrás apenas de seis federais.
Em sua oitava colocação entre as estaduais nacionais, a UECE tem à sua frente três universidades de São Paulo (USP, Unicamp e UNESP), duas do Rio de Janeiro (UERJ e UENF) e duas do Paraná – uma em Maringá (UEM) e outra em Londrina (UEL).
O levantamento da Folha avaliou 20 dos 77 cursos da UECE: Administração de empresas, Biologia, Ciências Contábeis, Ciências Sociais, Computação, Educação Física, Enfermagem, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química e Serviço Social.
Cinco destes cursos estão entre os 5% melhores do País: Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Educação Física, Enfermagem e Pedagogia. Quatro estão entre os 10% melhores: Medicina, Biologia, Computação e Letras. Além de outros cinco que foram classificados entre os 15% melhores: História, Matemática, Medicina Veterinária, Psicologia e Serviço Social.
Filosofia ficou entre os 25% melhores, atingindo a 38ª colocação entre 158 avaliados, e Ciências Sociais, entre os 30%, por ter alcançado o 29º lugar de um total de 108 avaliados.
O ranking das universidades é feito a partir de indicadores de pesquisa, inovação, internacionalização, ensino e mercado das instituições e cada uma das 40 carreiras com mais ingressantes no país foram avaliadas no ensino e no mercado de trabalho.
Cursos da UECE e os 5% Melhores do País
Administração de Empresas: 56º lugar entre os 1.484 avaliados.
Ciências Contábeis: 47º lugar entre os 884 avaliados
Educação Física: 16º lugar entre os 516 avaliados.
Enfermagem: 38º lugar entre os 666 avaliados
Pedagogia: 32º lugar entre os 999 avaliados
Fonte: SEDUC CE

terça-feira, 9 de setembro de 2014

CARIRÉ ALCANÇA O 3º MELHOR IDEB DO CEARÁ NO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

IDEB alcançado no 9º ano se iguala à meta para 2019. No 5º ano, o valor alcançado é superior, inclusive, à meta projetada para 2021, último ano com projeção até então feita
O INEP divulgou na sexta-feira, dia 05 de setembro, o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Medido a cada biênio por meio da Prova Brasil, tal índice avalia a qualidade do ensino ministrado na Educação Básica das escolas brasileiras, e tem como objetivos principais traçar metas de desempenho buscando a melhoria da qualidade do ensino.
Com relação à educação pública municipal de Cariré, tal índice mostrou um expressivo avanço, em especial em relação ao 5º ano do ensino fundamental, no qual o IDEB municipal alcançou a marca de 7,4. 
É interessante frisar que tal índice é superior, inclusive, ao que havia sido projetado para o ano de 2021, último ano com projeção até então feita. Além disso, este dado coloca Cariré em 3º lugar em todo o estado do Ceará (empatado com Groaíras), atrás apenas de Sobral (com IDEB 7,8) e Novo Oriente (cujo IDEB é 7,6).
Por outro lado, com relação ao 9º ano do ensino fundamental, o IDEB alcançado também é de grande destaque. Com índice de 5,0, tal valor se iguala ao que estava projetado para ser atingido apenas em 2019.
Com relação ao ranking estadual, Cariré fica na 16ª posição, considerando todas as escolas públicas do Ceará (incluindo as de responsabilidade federal, estadual e municipal). Quando consideramos apenas o IDEB das escolas das redes municipais de ensino, Cariré fica na 8ª posição. Eis a seguir as primeiras colocadas considerando apenas escolas da alçada municipal.
1º – Sobral – IDEB 5,8;
2º – Brejo Santo – IDEB 5,6;
3º – Groaíras – IDEB 5,5;
4º – Penaforte – IDEB 5,4;
5º – Meruoca – IDEB 5,3;
6º – Aratuba e Granjeiro – IDEB 5,2;
8º – Cariré – IDEB 5,0;
9º – Coreaú, Horizonte, Russas e Ubajara – IDEB 4,9.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

EDUCAÇÃO BÁSICA - IDEB INDICA MELHORA NO ENSINO FUNDAMENTAL

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2013 mostra que o país ultrapassou as metas previstas para os anos iniciais (1º ao 5º ano) do ensino fundamental em 0,3 ponto. O Ideb nacional nessa etapa ficou em 5,2, enquanto em 2011 havia sido de 5,0.
Os anos iniciais do ensino fundamental são oferecidos prioritariamente pelas redes municipais, que respondem por 81,6% das matrículas da rede pública nessa etapa. O total de estudantes nos primeiros anos do fundamental é de 15.764.926, sendo 13.188.037 de escolas públicas. As metas da rede municipal de ensino foram alcançadas por 69,7% dos municípios brasileiros. 
A rede estadual, que atende apenas 18% das matrículas públicas nessa fase, também superou suas metas. Em 75,7% dos municípios, as escolas estaduais superaram a nota 5,0 prevista para 2013. Ao todo, nessa etapa, 5.293 municípios tiveram Ideb calculado para a rede pública.
Na rede federal, o Ideb aumentou de 6,8 em 2011 para 7,0 em 2013 nos anos iniciais.
Progressão - Em 2005, quando o Ideb foi calculado pela primeira vez, 57,5% (7,1 milhões) das crianças nos anos iniciais estavam matriculadas em escolas municipais de redes de ensino com avaliação abaixo de 3,7 — média nacional de então. Com a evolução do indicador nos últimos anos, o percentual caiu para 16,2% (1,7 milhão) em 2013. 
Com relação aos índices de avaliação mais elevados, ainda nos anos iniciais, o registro em 2005 era de 2,9% das crianças (cerca de 357 mil matrículas) matriculadas em escolas municipais com Ideb acima da nota 5,0. Em 2013, o percentual saltou para 45% - 4,8 milhões de estudantes – na mesma situação.
Anos finais - Nos anos finais (6º ao 9º ano) do ensino fundamental, o Ideb nacional cresceu de 4,1 em 2011 para 4,2 em 2013. Do total de 5.369 municípios com índice da rede pública calculado nessa etapa, 39,6% atingiram as metas previstas para 2013 na rede pública, que atende a 86,5% dos matriculados nessa etapa (um total de 13.304.355 estudantes). Na rede federal, o Ideb se manteve em 6,3.
Em 2005, somente 2,4% dos estudantes da rede pública (329 mil alunos) concentravam-se em faixas de Ideb acima de 4,5. Em 2013, este total aumentou para 22,2%, abrangendo 2,5 milhões de estudantes. Redes com Ideb inferior a 3,4 atendiam a 7,5 milhões de estudantes (56,2%) em 2005. Agora, englobam 26,1% dos alunos (2,9 milhões de matrículas).
Os dados mostram que a dificuldade para atingir as metas acontece também na rede privada, que alcançou nota 5,9. A meta prevista era de 6,5.
Ensino médio - O Ideb do ensino médio se manteve em 3,7. A rede estadual – responsável por 97% das matrículas da rede pública – registrou o mesmo índice de 2011 (3,4), assim como a rede federal (5,6). A rede privada apresentou queda, passando de 5,7 para 5,4. 
O Ideb é obtido pelas notas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e pela taxa média de aprovação percentual. 
Fonte: INEP
 
Facebook Twitter Orkut My Space Digg yahoo Mais...